novidades

+55  98  2109 5000


novidades

30/11/2015
primeiro ano do ensino médio participa de debate regrado

As quatro turmas de alunos do 1º ano do Ensino Médio da Escola Crescimento Renascença participaram na manhã de terça-feira (24) de um debate regrado. O evento representou a culminância dos conteúdos trabalhados, no mês de outubro, na disciplina de História e também nas aulas de Tutoria.

 

Durante o debate os alunos discutiram em torno de três temas: Diversidade Cultural Brasileira, Democracia Racial e Intolerância Religiosa. O mediador da mesa redonda, composta por um representante de cada turma, foi o professor de História, Elvis Ribeiro.

 

O debate contou com a participação da professora de Tutoria, Camila Torres e da professora de Lingua Portuguesa, Carolina Nunes, que também discutiu os temas em sala de aula.

 

Com o objetivo de promover o reconhecimento das diversas colaborações de povos para a cultura brasileira, conhecimento histórico da organização sociocultural do Brasil e refletir sobre os casos de intolerância religiosa e racial, os professores Elvis e Camila organizaram dentro do planejamento de suas aulas, eixos temáticos que se interligassem.

 

Alguns dos temas discutidos foram: o conceito de democracia racial e Estado laico brasileiros, constituição, história da estrutura sócio- cultural, relações entre política e religião e estudos de casos de intolerância racial e religiosa.

 

Para aprimorar o caráter interdisciplinar, os professores abordaram juntos nas salas do 1º ano alguns desses temas e para levar o debate para além das salas de aula, realizaram um fórum online, através da plataforma educacional mosyle, onde os temas foram problematizados e os alunos puderam expor suas opiniões de forma responsável.

 

"O mais interessante desse momento online foi perceber a postura dos alunos diante de suas publicações. O fato de alguns pedirem para não opinar levou o grupo a refletir sobre a responsabilidade e o peso de expor sua opinião em público e on-line.", contou a professora Camila.

 

O professor Elvis John explicou que a ideia inicial era trabalhar temas em que a interdisciplinaridade fosse possível, mas o desenvolvimento em sala de aula foi muito além disso. “Os alunos respeitaram a opinião dos colegas, por mais divergentes que fossem e no momento da mesa redonda a liberdade de expressar-se e a democracia aconteceu sem precisar que impuséssemos qualquer forma de autoridade. Estávamos ali como mediadores. Claro que esse trabalho só foi possível pelo apoio da escola, principalmente, do setor de Tecnologia Educacional, que nos deu todo suporte para utilizar a tecnologia disponível.", esclareceu o professor Elvis.

 

A gerente de Tutoria, Mirene Amoroso, falou da importância de debates como este para a formação do aluno. “Eles vão ouvindo sobre os temas, criando seus argumentos pra ter uma opinião própria e mostrando o que realmente pensa e defende”, avaliou Mirene.