novidades

+55  98  2109 5000


novidades

05/02/2016
o processo de adaptação na educação infantil

É importante estar tranquilo em relação à escola e transmitir essa tranquilidade à criança. O melhor é dizer a verdade. Os pais devem explicar às crianças, de forma breve e objetiva, inclusive que vão acompanhá-los por um período, mas que depois ficará com a professora e com os colegas. No momento da despedida, recomendamos que a despedida seja feita naturalmente, que os pais se despeçam comunicando aonde irão, mas que logo retornarão para buscá-los. É interessante que os pais passem muita segurança aos filhos, mostrando a sua confiança na professora e na escola”.

 

Esta é a recomendação da gerente pedagógica Kamilla Santos sobre como os pais podem contribuir na adaptação das crianças.

 

Na Escola Crescimento, unidades Renascença e Calhau, as aulas das turmas de Maternal I, II e III iniciaram na primeira semana de fevereiro e com elas, o período de adaptação vivido pelas crianças, suas famílias e a escola.

 

A Escola planejou atividades atrativas, de forma que estimulem a permanência dos pequenos, criando um local adequado especialmente para este momento. Além disso, há a adaptação nos horários, ou seja, as crianças permanecem na escola durante um período de 1h30, para que a adaptação seja realizada aos poucos. À medida que esta vai acontecendo, o horário vai sendo modificado, até que a criança fique na escola no período normal. 

Antes do início das aulas, o Crescimento também realizou reuniões com os pais, no intuito de transmitir informações específicas deste período e de todo o período escolar do ano vigente, para que conheçam quais as expectativas relacionadas ao nível em que a criança se encontra, bem como as atitudes que podem ajudar neste processo e quais as possíveis reações das crianças nesses momentos, para que compreendam e consigam manter a segurança.

 

“A adaptação é um momento de transição na vida da criança e, como tal, deve ter seu tempo respeitado. Essa adaptação  às novas situações significa se reorganizar diante de um novo processo, onde, no caso da escola, as relações, regras e limites são diferentes daqueles do espaço familiar a que ela está acostumada. Ao acolher o aluno em seus primeiros momentos na escola, precisamos fazer com que se sintam cuidados, confortáveis e, acima de tudo, seguros, para que a adaptação possa ser realizada de forma tranquila, dentro de suas possibilidades”, explicou a pedagoga Kamilla Santos.