novidades

+55  98  2109 5000


novidades

20/05/2016
mostra de conhecimentos do 5º ano

Uma enciclopédia digital com áudio e fotos e a imagem dos órgãos do Corpo Humano projetadas com o uso do aplicativo anatomy 4D foram os destaques da Mostra de Conhecimentos realizada pelos alunos do 5º ano da Escola Crescimento. O evento, que aconteceu ontem (19), na unidade Renascença, e no dia 11, na unidade Calhau, teve como tema “Corpo Humano: a máquina da vida”.

 

A produção dos alunos feita durante as aulas de Ciências, com a orientação dos professores e da equipe da TE da Escola Crescimento, está sendo apresentada esta semana no espaço Apple Distinguished School Experience, da Apple, multinacional norte americana. O estande está instalado na Feira Bett Brasil Educar, realizada no período de 18 a 21, na cidade de São Paulo.

 

A Escola Crescimento, ao lado de outras 8 instituições de ensino do país, foi convidada a mostrar sua experiência com o uso da tecnologia educacional após ser certificada como Apple Distinguished Program (ADP), designação reservada a programas que apresentam critérios de inovação, liderança e excelência educacional.

Na Mostra de Conhecimentos, além da apresentação aos familiares com o uso do iPad, os alunos também confeccionaram cartazes e utilizaram maquetes. Divididos em grupos, fizeram ainda experimentos científicos durante o evento.

 

Para a gerente do Ensino Fundamental 1 da Escola Crescimento Calhau, Amanda Meireles, a mostra é importante para os alunos ampliarem o conhecimento sobre o corpo humano, suas características e a importância de cada sistema para o bom funcionamento do corpo. “As aulas foram baseadas no livro de Ciências e ampliadas através de pesquisas e experiências científicas. Os alunos também participaram de uma aula de campo no Instituto Sarah”, acrescentou a gerente.

 

O aluno do 5º ano do Crescimento Renascença, Arthur Barros, disse que o uso do iPad tornou a produção da enciclopédia mais fácil e prática. “Aprendi coisas novas. Também me diverti bastante navegando na internet em busca de informações sobre o trabalho”, contou.