novidades

+55  98  2109 5000


novidades

07/06/2016
curta na escola

Divididos em grupos, os alunos do 7º ano do Ensino Fundamental II da Escola Crescimento Renascença produziram curtas-metragens de uma paródia dos contos do livro “O gato preto e outras histórias”, de Edgar Allan Poe. Todos os vídeos foram exibidos para a turma de alunos no Cine Praia Grande, na quarta-feira passada (25) e integram o projeto Curta na Escola, que faz parte da disciplina de Língua Portuguesa. A professora Paula Freitas é a coordenadora do projeto.

 

No Cine Praia Grande as produções foram assistidas também pela gerente pedagógica do Ensino Fundamental II, Letícia Nogueira, e pelos profissionais da área de cinema, o curador Wener Silva Cutrim Campos e o administrador do Cine Praia Grande, Rafaelli Petrinni. Eles julgaram os vídeos, avaliando os vencedores do projeto.

 

A turma de alunos do 7º ano B foram os vencedores do turno matutino. A turma é composta pelos estudantes Guilherme Durazzo, Laura Inácio, Isabela Oliveira, Lucas Lamar, Maria Fernanda Cassas, Maria Eduarda Cassas e Pedro Emanuel.

Os alunos do 7º ano E foram os vencedores do turno vespertino. São eles: Ana Júlia Hortegal, Maria Giovanna Soares, Ana Carolina Lima, Virna Saldanha, Luma Lucena, João Lucas Nascimento, João Marcelo Barros e Victor Martins.


A professora Paula Freitas informou que os curtas vencedores (um do turno matutino e um do turno vespertino) ficarão em cartaz esta semana (06 a 10 de junho), no Cine Praia Grande, e serão exibidos durante o trailer de todos os filmes da programação do cinema.

 

Todos os vídeos serão exibidos na Escola Crescimento, no início do segundo semestre, durante o recreio dos alunos.

Para realizar o trabalho, os estudantes participaram de um momento de contação/socialização dos contos lidos em sala de aula. Receberem um dos contos da obra, por meio de sorteio, para produzir uma paródia (releitura) mudando o foco narrativo ou alguns fatos e personagens. “De acordo com todos os comandos da pauta de orientação, em grupos, os alunos realizaram leitura das paródias e elegeram aquela que seria adaptada para um curta-metragem”, explicou a professora de Língua Portuguesa, Paula Freitas. “Para a produção do curta-metragem, em sala de aula, os alunos fizeram toda a parte do roteiro e organização do que precisariam”, acrescentou ela.

 

De acordo com a professora responsável, a atividade contribuiu para:

- Conhecer Edgar Allan Poe, grande nome da literatura universal;

- Ler contos de terror e mistério de Edgar Allan Poe;

- Estimular a sensibilidade estética, a imaginação, a criatividade e o senso crítico;

- Estabelecer relações entre o lido/vivido ou conhecido (conhecimento de mundo);

- Localizar nos contos a estrutura do texto narrativo;

- Produzir paródias dos contos de Edgar Allan Poe;

- Exercitar os conhecimentos de foco narrativo e perspectiva na análise literária;

- Realizar leitura compartilhada das paródias em sala de aula e família;

- Elaborar roteiro de curta-metragem e adaptar paródia em “gravação cinematográfica”;

- Avaliar paródias e adaptações para curta-metragem de acordo com a estrutura da narrativa e as exigências do gênero (contos fantásticos de terror e mistério).