novidades

+55  98  2109 5000


novidades

22/06/2016
cubo mágico

Em 2013, o aluno Eduardo de Carvalho, do 9º ano,  manifestou o interesse pela montagem do cubo mágico. Depois de treinar todos os dias, em julho ele participou de mais um campeonato, que aconteceu na cidade de Santos, São Paulo. Dos 150 participantes inscritos, Eduardo ficou em 14º lugar.

 

O cubo mágico é um quebra cabeça tridimensional que é composto de seis faces de cores diferentes. Elas são divididas em 9 partes de tamanhos iguais. O objetivo do jogo é girar as linhas e colunas para que todas as faces possuam a mesma cor.

A mãe do Eduardo, Catherine Costa, conta que, com o treinamento contínuo dos vários tipos de cubo, os pais perceberam uma sensível melhora de memória e raciocínio lógico. “Ele deu um salto e melhorou muito na escola e passou a aprender as coisas com mais facilidade”, disse a mãe.

 

Eduardo de Carvalho, que tem apenas 13 anos, resssaltou que sempre contou com o incentivo dos pais e que quer cada vez mais diminuir o tempo de montagem dos cubos. “Eu achei o cubo mágico interessante e quis aprender. Antes eu fazia o cubo 3x3 em 3 minutos e agora faço em até 15 segundos. O cubo de 2x2 eu fazia em 1 minuto e atualmente faço em 4 segundos. A montagem do Pyramix eu fazia em 1 minuto e agora gasto 4 segundos”.

O aluno do Crescimento aprendeu a resolver o cubo em apenas duas aulas. Depois o pai dele decidiu promover um campeonato em São Luís e Eduardo começou a treinar no final de 2013 para participar desse evento, realizado em janeiro de 2014. Nessa primeira competição, apenas foi premiado como o 2º competidor mais jovem.

 

Após o campeonato, ele começou a treinar sistematicamente para participar de outras competições e também se interessou por outras modalidades de cubo, além do 3x3, tais como 2x2, 4x4, Pyramix, Skewb e Square 1. Modalidades estas, que atualmente participa nas competições.

 

Alguns dos campeonatos que o Eduardo participou foram: São Luís Open (2014) - premiado como 2º competidor mais jovem; Fortaleza Open (2014) - premiado com a medalha de prata no Pyramix e ainda foi o 2º competidor mais jovem; Maranhão Open (2014) - premiado com a medalha de bronze no Pyramix  e ainda foi o 1º competidor mais jovem e Maranhão Open (2015) - premiado com a medalha de ouro no Skewb, medalha de prata no 2x2, medalha de prata no Pyramix e 5º lugar no 3x3.